PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Instituto Dragão do Mar anuncia nova diretoria
Adriana Victorino e Lenildo Gomes estarão à frente das Diretorias de Planejamento e Gestão e Articulação Institucional, respectivamente. Gestores assumem as funções a partir de quinta-feira, 1º de abril.
30/03/21 às 16h25

Da esquerda para a direita: Rachel Gadelha, Adriana Victorino, Lenildo Gomes e Bete Jaguaribe.

 

     Primeira Organização Social (OS) criada no Brasil na área da Cultura, responsável por gerir 12 equipamentos pertencentes ao Governo do Estado do Ceará, o Instituto Dragão do Mar (IDM) anuncia, nesta quarta-feira (31), mudanças na composição das diretorias de Planejamento e Gestão e de Articulação Institucional. Os nomes dos novos diretores foram aprovados na reunião do Conselho de Administração do IDM realizada em 25 de março, informa a diretora-presidente do IDM, Rachel Gadelha. 

     Com vasta experiência em gestão administrativa e financeira de organizações sociais, Adriana Victorino assumirá a Diretoria de Planejamento e Gestão do IDM. Bacharel em Ciências Contábeis, MBA Executivo em Finanças pela COOPEAD - Escola de Negócios da Universidade Federal do Rio de Janeiro - e Especialista em Estratégia e Gestão Empresarial pela Universidade Estadual do Ceará/IEPRO. Há mais de 16 anos atua em cargos de gestão administrativa-financeira, dos quais 12 foram à frente de organizações sociais. Adriana foi diretora do Instituto de Arte e Cultura do Ceará, antiga razão social do atual Instituto Dragão do Mar, entre 2004 e 2007, diretora do Instituto CUCA, de 2013 a 2016, e desde 2018 atuava como gerente administrativo-financeira do Cineteatro São Luiz.

     Outra novidade na gestão é a entrada do sociólogo, escritor e professor Lenildo Gomes, até então diretor do Centro Cultural Belchior, na Diretoria de Articulação Institucional. Gestor cultural, produtor e pesquisador em linguagens artísticas, é Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará com pesquisa na área de Cinema; Especialista em Gestão e Políticas Culturais pelo Itaú Cultural/Universitat de Girona; e formado em Dramaturgia pelo Instituto Dragão do Mar. Com larga experiência em ensino superior no campo das humanidades e em gestão de organizações não-governamentais e governamentais, atua como educador em diversos processos formais ou informais de ensino, bem nas áreas de execução administrativa, pedagógica e financeira de projetos e cursos em arte e cultura. Foi coordenador da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes e coordenador de Criação e Fomento na Secretaria de Cultura de Fortaleza, de 2008 a 2015, e coordenador de Conhecimento e Formação da Secult-CE, entre 2016 e 2018.

     A jornalista e socióloga Elisabete Jaguaribe, que assumiu interinamente a presidência do IDM após a saída do presidente anterior, Paulo Linhares, segue como Diretora de Formação do Instituto. Jaguaribe tem ampla experiência no campo da gestão pública de cultura, com ênfase no audiovisual e na formação em artes, tendo coordenado projetos como Instituto Dragão do Mar de Artes e Indústria Audiovisual e Bureau de Cinema e Vídeo do Ceará. Na gestão do Ministro Gilberto Gil, ocupou a chefia de gabinete da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura. Atualmente, é diretora do Porto Iracema das Artes e coordena o Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade de Fortaleza. É doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará, onde também realizou seu Mestrado em História Social e a graduação em Jornalismo, profissão que exerceu até os anos de 1990.

     As mudanças acontecem em consonância com a reforma administrativa já sinalizada pela diretora-presidente Rachel Gadelha, com vistas a uma maior modernização, transparência e fortalecimento institucional; estruturação da rede dos equipamentos culturais; e maior aproximação e diálogo do IDM com as instituições, com as classes artísticas e com a sociedade. "Tenho plena confiança nos profissionais que se unem a nós nesse grande desafio, por serem profissionais experientes e comprometidos, legitimados pela sua própria trajetória profissional na área da gestão cultural", afirma Gadelha.

     "Assumir a Diretoria de Articulação Institucional do IDM significa um enorme desafio, não apenas pela responsabilidade em si que permeia o cargo, mas, principalmente, pela possibilidade concreta de contribuir para o fortalecimento das políticas públicas para a cultura no âmbito do estado. Dentre outras coisas, é importante pensar nesse momento a partir da ideia de transparência, descentralização, fortalecimento das pautas em prol da diversidade cultural, governança digital e alinhamento permanente com a rede de equipamentos culturais da Secult e demais ações da secretaria. Penso que o IDM, nesse sentido, deve fazer parte concretamente desses processos e avançar no diálogo permanente com a sociedade", afirma Lenildo Gomes.

 

DIRETORIA INSTITUTO DRAGÃO DO MAR

Diretora-presidente
Rachel Gadelha

Diretora de Planejamento e Gestão
Adriana Victorino

Diretor de Articulação Institucional
Lenildo Gomes

Diretora de Formação
Bete Jaguaribe



Sobre o Instituto Dragão do Mar

 

     Gere 12 equipamentos pertencentes ao Governo do Estado do Ceará, entre eles o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Com expertise na área de criação, fruição, formação e preservação da arte e da cultura, é parceiro da Secretaria da Cultura (Secult) na execução de suas políticas públicas, contribuindo para a democratização do acesso a bens artísticos e culturais, além de atuar no campo do desporto, com a gestão do Centro de Formação Olímpica realizada em parceria com a Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv).

PARCEIROS