PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Institucional

 

Clique na imagem acima para ver em 360º

 

Um novo marco na Cultura do Ceará

 

     O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC) é um complexo cultural da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult-CE), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar, que foi assim nomeado em homenagem ao jangadeiro Francisco José do Nascimento, o "Chico da Matilde", mais conhecido como Dragão do Mar, pelo seu protagonismo na greve que impediu o transporte de escravos no Porto de Fortaleza e, com isso, lançou o estado na vanguarda da abolição da escravidão no Brasil, em 1884, quatro anos antes do restante do país.

     Espaço destinado ao encontro das pessoas, ao fomento e à difusão da arte e da cultura, o Centro Dragão do Mar foi idealizado, em 1993, pelo então Secretário da Cultura do Ceará e ex-presidente do Instituto Dragão do Mar, o jornalista e antropólogo Paulo Linhares, e o então Governador do Estado do Ceará, Ciro Gomes.

 


O maior centro cultural do Estado do Ceará

 

     Construído em uma antiga área portuária de Fortaleza, o CDMAC possui 14,5 mil metros quadrados de área total, onde abriga equipamentos como o Museu da Cultura Cearense, o Museu de Arte Contemporânea, o Planetário Rubens de Azevedo, o Teatro Dragão do Mar e o Cinema do Dragão, além de espaços como a Biblioteca Leonilson de Artes Visuais, o Anfiuteatro Sérgio Motta, a Multigaleria, o Auditório, a Arena Dragão do Mar, o Espaço Rogaciano Leite Filho e a Praça Verde, onde também são realizadas as mais diversas ações culturais. 

     A arquitetura do Centro Dragão do Mar se caracteriza por linhas arrojadas, concebidas pelos arquitetos cearenses Delberg Ponce de Leon e Fausto Nilo. Inaugurado em 28 de abril de 1999, na antiga área portuária da Praia de Iracema, o Dragão do Mar possui hoje em seu entorno bares, restaurantes, café e outros espaços de cultura, como a Caixa Cultural e o Teatro Boca Rica.

 

 

Vocações e campos de atuação


     Com até 1,7 milhão de visitantes por ano, no período anterior à pandemia, o CDMAC se consolidou como um dos mais relevantes espaços de arte e cultura do nosso estado e como um dos principais pontos turísticos do Ceará. No dia 28 de abril de 2022, o CDMAC completará 23 anos dedicados à arte, à cultura e ao pensamento, lugar do encontro e da valorização da pluralidade. Tem como propósito a democratização do acesso à cultura por meio da oferta de uma programação potente, reafirmadora da força cultural e artística do Ceará. Cerca de 90% da programação do Centro Dragão do Mar tem acesso gratuito ou preços simbólicos, com o objetivo de formar plateia nas diversas linguagens artísticas. 



Missão
Promover a arte e a cultura cearenses num ambiente diverso e inclusivo, garantindo ao nosso público o acesso a uma programação de qualidade, que contemple a diversidade humana e cultural, a excelência artística e os debates contemporâneos sobre direitos humanos e democracia.

 

Visão
Ser um centro cultural de referência regional, nacional e internacional, orientado para ofertar a todos os públicos uma programação plural e de excelência que posicione a cultura cearense e brasileira em lugar de destaque, onde todas as linguagens artísticas confluem e são compartilhadas, promovendo a fruição e a reflexão em toda sua potência.


Valores
participação - inovação - pluralidade - igualdade - transparência - criatividade - decisões compartilhadas - ética - respeito

 

 

 

PARCEIROS