PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Museu de Arte Contemporânea discute arte LGBTQIA+ nesta terça-feira (30)
Núcleo Educativo do Museu adapta o programa mensal Ciclo de Conversas para o ambiente virtual e traz convidades para discutir temas diversos
29/06/20 às 19h51

  Nesta terça-feira (30), o Núcleo Educativo do Museu de Arte Contemporânea retoma o Ciclo de Conversas, programa mensal de intercâmbio de ideias já realizado presencialmente no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, agora adaptado para o ambiente virtual. Em alusão ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, celebrado no último domingo (28), o educativo trará as artistas e arte-educadoras Rodrigo Lopes e Pedra Silva para uma discussão aberta sobre o tema "Arte Bicha: ancestralidade e memória anticolonial". O bate-papo, mediado pelo artista e filósofo Lucas Dilacerda, será transmitido ao vivo pelo canal do Dragão do Mar no YouTube (www.youtube.com/dragaodomarcentro).


    Na conversa, serão tratadas questões como ancestralidades, memória, anticolonialidades, dissidências sexuais e de gênero, racismo e política. Antes do debate, as convidades ministrarão conferências de 20 minutos. Rodrigo Lopes iniciará com uma fala sobre "O que Pode ser Guardado em um Álbum de Família?", seguido de Pedra Silva, que abordará a temática "Manutenção das Grafias Encruzilhares". Após as exposições, os participantes poderão lançar suas perguntas às convidades.

 

 

Sobre as convidades

  

Rodrigo Lopes (Fortaleza, 1995) é artista, arte-educador e designer. Coordena o LAC - Laboratório de Arte Contemporânea, onde pesquisa relações entre álbum de família, arquivo e sexualidade. Graduado em Comunicação Social (UFC) e mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes (UNESP).

 

Pedra Silva é artista multilíngue da ancestralidade, arte-educadore e pesquisadore. No momento, investiga a fragmentação da memória e o processo diaspórico como dispositivos estéticos para a construção da afrografia da cena espiralar. É integrante da coletiva NEGRADA. Graduando pelo Instituto Federal do Ceará em Licenciatura em Teatro.

 

Lucas Dilacerda é artista e filósofo. Graduado e Mestrando em Filosofia na UFC. Foi pesquisador do Núcleo de Pesquisa do MAC e do Laboratório de Artes Visuais do Porto. É coordenador do Laboratório de Arte Contemporânea e do Laboratório de Estética e Filosofia da Arte. É membro do Laboratório de Artes e Micropolíticas, do Programa de Pós-Graduação em Artes da UFC, e coordena o Grupo de Estudos em Estética Contemporânea.

 

 

Serviço: Live Ciclo de Conversas "Arte Bicha: ancestralidade e memória anticolonial"
Data: 30 de junho (terça-feira)
Horário: 19h
Local: canal do Dragão do Mar no YouTube (www.youtube.com/dragaodomarcentro)
Acesso Gratuito 
Classificação etária: livre

PARCEIROS