PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
"O Irlandês", de Martin Scorsese, é o destaque da semana no Cinema do Dragão
Além dele, estreiam "Azougue Nazaré" e "Diz a Ela Que Me Viu Chorar", que terão sessões seguidas de debates com os diretores
12/11/19 às 17h20

A 321ª semana de programação do Cinema do Dragão traz como destaque a estreia de um dos filmes mais esperados do ano: "O Irlandês", de Martin Scorsese. O longa terá duas sessões diárias a partir de sexta (15) e permanecerá em cartaz por duas semanas antes de estrear no streaming.

 

Dois filmes nacionais também estreiam essa semana com sessões diárias e terão exibições seguidas de debates com os diretores: "Diz a Ela Que Me Viu Chorar", de Maíra Bühler, no domingo (17), às 20h, e "Azougue Nazaré", de Tiago Melo, na terça (19), às 20h. Além disso, o Festival For Rainbow traz em seu último dia uma mostra acessível para deficientes visuais e auditivos, e o encerramento com a entrega dos troféus Elke Maravilha.

 

Bacurau (de Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles) segue para sua 12ª semana em cartaz e Parasita (de Bong Joon-ho) vai para a sua segunda semana.

 

Confira as fichas técnicas dos filmes estreantes:

 

Novo filme do cineasta americano Martin Scorsese produzido pela Netflix, O IRLANDÊS reúne um elenco de estrelas como Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci e ganhará duas semanas especiais de exibição no Cinema do Dragão em projeção DCP 4K antes de estrear mundialmente na plataforma de streaming, ao final do mês de novembro. Um épico sobre o mundo do crime organizado nos Estados Unidos durante o pós-guerra, O IRLANDÊS é narrado através da perspectiva do veterano da Segunda Guerra Mundial Frank Sheeran, um assassino profissional que trabalhou ao lado de algumas das personalidades mais marcantes do século 20. O filme aborda um dos grandes mistérios da história americana - o desaparecimento do lendário líder sindical Jimmy Hoffa - e se transforma em uma jornada monumental pelos corredores do crime organizado: seus mecanismos, rivalidades e associações políticas.

 

Premiado no Festival de Roterdã, o filme pernambucano AZOUGUE NAZARÉ, estreia do experimente produtor Tiago Melo como diretor de ficção, entra em cartaz no Brasil após carreira exitosa em dezenas de festivais nacionais e estrangeiros. O filme conta a história de diversos acontecimentos misteriosos que assombram os moradores de Nazaré da Mata, município de Pernambuco, onde o filme foi rodado. A cidade é conhecida por ser a capital do Maracatu Rural, além de ser a maior área de plantação de cana-de-açúcar brasileira.

 

Da realizadora Maíra Bühler (de A VIDA PRIVADA DOS HIPOPÓTAMOS), DIZ A ELA QUE ME VIU CHORAR é o mais novo lançamento da Sessão Vitrine, tendo sido premiado recentemente nos festivais Cinema do Réel, em Paris, e Olhar de cinema, em Curitiba. No filme, moradores de um hotel no centro de São Paulo vivem amores tumultuados por sua condição vulnerável. O edifício é parte de um programa municipal de redução de danos para usuários de crack prestes a ser extinto. Entre escadas circulares, quartos decorados, viagens de elevador e ao som das músicas do rádio, os personagens são atravessados por sentimentos de amor romântico e medo da perda. Diz a ela que Me Viu Chorar, retrata um grupo de pessoas reunidas por laços fortes em frágil abrigo.

PARCEIROS