PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Curadores do Porto Dragão Sessions comentam processo de seleção das bandas e artistas cearenses
Cena musical do estado chama atenção pela diversidade e qualidade artística
08/02/18 às 18h08

Acompanhe os comentários dos curadores do Porto Dragão Sessions, Alexandre Matias; Pena Schimit; Fabiana Batistela; Artur Fritzgibbon; Daniel Ganja Man; e Roberta Martinelli, sobre o processo de seleção das bandas e artistas. Segundo eles, a cena musical cearense tem qualidade e diversidade artística e os trabalhos apresentados são considerados originais, consistentes e antenados com o que acontece no mundo.

 

Confira o depoimento de Alexandre Matias, curador de música do Centro Cultural São Paulo e do Centro da Terra, do ciclo de debates Spotify Talks, colunista da revista Caros Amigos e produtor da festa Noites Trabalho Sujo.

 

 

Pena Schimit (produtor musical, foi diretor de palco e diretor técnico do Free Jazz Festival e outros festivais nacionais e internacionais, foi executivo e diretor de gravadoras, como a Warner Music) fala sobre a qualidade técnica e a maturidade dos trabalhos dos músicos inscritos e que eleger os selecionados foi uma escolha muito difícil.

 

 Artur Fritzgibbon, diretor-geral da empresa ONErpm e ex-diretor executivo da Kuarup Discos, afirma ter se impressionado com o número de participações das mulheres na música cearense e avalia que o Ceará tem na cultura um grande diferencial de mercado. 

 

 

 

 

 

 

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
PARCEIROS