PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Pesquisa sobre jovens da periferia de Fortaleza está disponível para consulta
O estudo realizado com a população de 15 a 29 anos do Grande Bom Jardim identificou as razões pelas quais os jovens abandonam a escola, como conseguem gerar renda e quais são suas aspirações no mundo do trabalho
02/05/19 às 12h25

Na última terça-feira (30/04), o Instituto Dragão do Mar lançou o livro "Eles dizem não ao não, um estudo sobre a geração N," no auditório do Centro Dragão do Mar. A pesquisa foi realizada com jovens do Grande Bom Jardim em 2018. Coordenada pela socióloga e professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Glória Diógenes, através do Laboratório das Artes e das Juventudes (Lajus), em parceria com o Instituto Oca, a pesquisa tinha como desafio decifrar o perfil dos jovens até então classificados como "nem, nem, nem", ou seja, aqueles que não estudavam, não trabalhavam, nem estavam procurando emprego.

 

Para a pesquisadora Glória Diógenes, um dos achados mais significativos da pesquisa é a necessidade de reconstrução das formas usuais de classificação, da formulação e operação (uso) da categoria 'nem, nem, nem'.  " Vale ressaltar que a maioria deles estão na maioria das vezes 'fazendo algum corre', ' buscando uma ocupação'", afirma Glória na publicação.

 

 

O presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, e o secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, comentaram os dados da publicação durante a noite de lançamento. Lideranças comunitárias e moradores do Grande Bom Jardim também estiveram presentes e participaram do debate que ocorreu após a apresentação dos dados da pesquisa.

 

 

Confira neste LINK  a pesquisa completa "Eles dizem não ao não, um estudo sobre a geração N".

PARCEIROS