PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Museu da Cultura Cearense encerra Mês da Consciência Negra com debates virtuais nesta terça-feira (30)
Museu da Cultura Cearense encerra Mês da Consciência Negra com debates virtuais nesta terça-feira (30)Museu da Cultura Cearense encerra Mês da Consciência Negra com debates virtuais nesta terça-feira (30)
26/11/21 às 15h09

     Ainda no contexto de celebração do Dia da Consciência Negra, celebrado no último dia 20 de novembro, o Museu da Cultura Cearense, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará que integra o complexo cultural Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar, realizará, nesta semana, duas novas ações virtuais para debater questões como arte, cultura, representatividade negra e ancestralidade, a partir de um olhar sobre o acervo do Museu.

     Na terça-feira (30), a partir das 14h, no YouTube do Dragão (youtube.com/dragaodomarcentro), o Núcleo Educativo do MCC realizará uma conversa ao vivo com historiadores e estudantes de História sobre o tema "Sabedorias Sensíveis: ancestralidade e representatividade". Os educadores e pesquisadores Elias Luciano, Israel Menezes, Mateus Django e Ana Paula Braga, que integram o coletivo Quilombo Afetivo Formação, o coletivo Transpassando/UECE e o Projeto Cinema Nas Redes-Ceará, abordarão temáticas e sabedorias sensíveis relacionadas às religiões de matrizes africanas com representação em obras que compõem o acervo do Museu da Cultura Cearense.

     A atividade é aberta para professores, estudantes e público em geral com mais de 14 anos. De acordo com o coordenador do Núcleo Educativo do MCC, Ícaro Souza, o encontro virtual visa desmistificar a ideia de um Ceará não negro. "Optamos por metodologias ligadas ao ensino de História da África e cultura Ameríndia, para que a experiência desta oficina possa ser levada para a sala de aula, conforme proposta na ação educativa do museu", afirma o historiador e educador.

     No mesmo dia, às 16h, a Doutora em Sociologia Simone Oliveira de Castro realizará a fala ao vivo "Arte, Cultura e Consciência Humana - Mestras e Mestres Tesouros Vivos da Cultura Cearense e seus saberes", a partir da qual lançará reflexões sobre as representações desses saberes no acervo do Museu e debater o processo de invisibilização dos saberes tradicionais.


 

Sobre os debatedores


Elias Luciano é estudante de História na Universidade Estadual do Ceará - UECE, bolsista CAPES no programa de residência pedagógica em História e integrante do Quilombo Afetivo Formação.

Israel Menezes é historiador formado pela Universidade Estadual do Ceará - UECE; integrante do Laboratório de Narrativas Históricas - LNH; integrante do Grupo de Estudos Coreanos - UECE; integrante do Quilombo Afetivo Formação.

Mateus Django é historiador formado pela Universidade Estadual do Ceará - UECE; integrante do Laboratório de Estudos e Pesquisas em História e Culturas - DÍCTIS/UECE; microempreendedor na área de conservação de acervos museológicos, atualmente lotado no Museu da Cultura Cearense do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura; integrante do Quilombo Afetivo Formação.

Ana Paula Braga é estudante de História pela Universidade Estadual do Ceará - UECE; Coordenadora da Área de Humanas do projeto de Extensão TRANSPASSANDO/UECE; educadora do Museu da Cultura Cearense; Agente mobilizadora do Projeto Cinema Nas Redes-Ceará.

Simone Oliveira de Castro é Doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará - (UFC/2009). Mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - (PUC/SP/2003). Licenciada em História pela Universidade Estadual do Ceará (UECE/2000). Foi Secretária da Comissão Nacional de Folclore (2008-2012). Foi Conselheira no Conselho Municipal de Política Cultural de Fortaleza (2011-2012). É professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Fortaleza, ministrando aulas na Licenciatura em Teatro, no Bacharelado em Turismo, no Curso Técnico em Guia e no Mestrado Profissional em Artes. Tem experiência nas áreas de História, Patrimônio, Oralidade, Folclore, Cultura Popular e Metodologia. É brincante do Maracatu Rei de Paus)


Serviço: Museu da Cultura Cearense celebra Dia da Consciência Negra
30 de novembro de 2021 (terça-feira)
"Sabedorias Sensíveis: ancestralidade e representatividade", com Elias Luciano, Israel Menezes, Mateus Django eAna Paula Braga
14h, no YouTube do Dragão (youtube.com/dragaodomarcentro). Duração: 2h. Classificação: 14 anos.
"Arte, Cultura e Consciência Humana - Mestras e Mestres Tesouros Vivos da Cultura Cearense e seus saberes", com Simone Oliveira de Castro
16h, no YouTube do Dragão (youtube.com/dragaodomarcentro). Duração: 2h. Classificação: livre.

PARCEIROS