PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
O líder jangadeiro Chico da Matilde completa hoje (15) 180 anos de nascimento
Conheça alguns fatos históricos relacionados ao homem cuja garra e sonho de liberdade inspiraram a criação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
15/04/19 às 16h49

O líder jangadeiro Chico da Matilde entrou para a história do Brasil como herói abolicionista, sob a alcunha de Dragão do Mar, após ter deflagrado a greve dos jangadeiros, no Porto de Fortaleza, em 1881, interrompendo o transporte de escravos na região. Conheça alguns fatos históricos relacionados ao homem cuja garra e sonho de liberdade inspiraram a criação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e seguem inspirando hoje, mais do que nunca, ideais de liberdade e igualdade pelo País:

 

- Chico da Matilde nasceu Francisco José do Nascimento, no dia 15 de abril de 1839, em Aracati, município no litoral leste do Ceará.

 

- Filho do pescador Manoel do Nascimento e de Dona Matilde Maria da Conceição, aprendeu a ler aos 20 anos de idade.

 

- Em seguida, torna-se chefe dos catraieiros (condutores de bote), trabalha na construção do Porto de Fortaleza, vira marinheiro e finalmente é nomeado prático da Capitania dos Portos.

 

-Em 1881, o líder dos jangadeiros cravou seu nome na história como o lendário Dragão do Mar, deflagrando a greve dos seus companheiros.

 

-A ousadia e coragem de Chico paralisaram o mercado escravista no Porto de Fortaleza nos dias 27, 30 e 31 de janeiro desse ano. Chico da Matilde tinha 42 anos.

 

-Com a greve, é demitido. Três anos depois, com a libertação dos escravos no Ceará, Chico da Matilde leva "Liberdade", sua jangada, embarcada no barco negreiro Espírito Santo para o Rio de Janeiro. Mas a Liberdade ganha asas e toma rumo incerto.

 

- Até hoje, não se sabe o destino da Liberdade, que uniu cearenses e permanece no imaginário de todos como a vitória concreta da solidariedade do nosso povo, do sertão ao litoral. Ao lado da vela, segue a imagem guerreira e emblemática do Dragão do Mar.

PARCEIROS