PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAÇÃO
Notícias
Cinema do Dragão recebe 12ª Edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos
Ao todo, serão exibidos 40 filmes, divididos em 4 mostras: Temática, Panorama, Mostrinha, dedicada ao público infanto-juvenil, e Homenagem, que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves. Programação gratuita.
26/11/18 às 14h23

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, que em 2018 completa 70 anos, será o tema da 12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos. A mostra será realizada nos meses de novembro e dezembro nas 26 capitais do país e no Distrito Federal e a programação é totalmente gratuita.  Ao todo, serão exibidos 40 filmes, divididos em 4 mostras: Temática, Panorama, Mostrinha, dedicada ao público infanto-juvenil, e Homenagem, que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves. A mostra é uma iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), com realização do Instituto Cultura em Movimento (ICEM) e com produção local da Remoinho Produções Artísticas LTDA.

 

Em Fortaleza, a Mostra terá o pontapé inicial no Cinema do Dragão onde a abertura acontecerá no dia 29 de novembro, às 19h30 seguindo até o dia 3 de dezembro no espaço do Centro Cultural Dragão do Mar. Em seguida, a Mostra percorrerá outros espaços na capital cearense como o Centro Cultural Bom Jardim, Vilas Das Artes, CUCAS (Barra, Mondubim e Jangurussu), Lar Torres de Melo, Instituto JCPM, etc. A Mostra seguirá até o dia 13 de dezembro de forma itinerante.

 

Os filmes abordam as diversas temáticas dos Direitos Humanos, como memória e verdade, questões de gênero, população negra, população indígena, população LGBT, imigrantes, direito das pessoas com deficiência, direito da criança, direito dos idosos, direito da mulher, direito à saúde, direito à educação, diversidade religiosa e meio ambiente.  Para permitir a acessibilidade, todas as sessões contam com closed caption, e em sessões selecionadas haverá áudio descrição e Libras. Os espaços onde ocorrem as exibições também possuem estrutura acessível para receber os diferentes públicos, além de contar com a programação em Braille para consulta.

 

Mostra Homenagem - MILTON GONÇALVES

 

Com mais de 70 filmes no cinema, o ator e diretor Milton Gonçalves, homenageado na Mostra, é um dos mais prolíficos artistas do país. Presente nas telas e palcos desde a década de 50, participou da história da televisão, do teatro e do cinema brasileiros. Sua versatilidade dramática e seu talento venceram as barreiras que normalmente são impostas aos artistas negros no país. "Sua atuação no cenário político e sua militância pelos Direitos Humanos e contra o racismo o tornam um desses artistas cuja trajetória precisa ser registrada e cuja história deve ser contada para os jovens. Milton Gonçalves soube como poucos manter um rigor artístico e, ao mesmo tempo, uma atuação e coerência polítIca", diz a diretora do ICEM Luciana Boal. "Com a proximidade de seus 85 anos de vida, em 2018, é fundamental conhecer o homem, marido, pai, político, ator e diretor Milton Gonçalves", completa.

 

SERVIÇO:  Programação no 12° Mostra Cinema e Direitos Humanos no  Cinema do Dragão 

 

Abertura dia 29 de novembro

Horário: 19h30m

Local: Cinema do Dragão do Mar 

Nós - 6 minutos - Imigrantes - Brasil. 

Sinopse: O filme mostra a trajetória cíclica dos refugiados através dos tempos, uma reedição de acontecimentos passados.

Do Outro Lado - 14 minutos - População LGBT - Brasil

Sinopse: Às vésperas de uma importante decisão, a juíza da Corte Suprema de Taiwan recebe uma carta inesperada.

Classificação: Livre Closed Caption / Audiodescrição / Gratuito

Duração: 30 minutos de apresentação e vinhetas + 20 minutos de filmes + 20 minutos de coquetel

 

30 DE NOVEMBRO - 2 SESSÕES

Local: Cinema do Dragão do Mar 

Início: 14h

1ª Sessão

Heróis - 1h10 l A judoca Rafaela Silva foi a primeira atleta da delegação brasileira a ganhar uma medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio em 2016, levando toda nação as lágrimas. Popople Misenga, o congolês convidado a participar da delegação composta por refugiados, fez o mesmo. Além disso, como esquecer de Rogério Sampaio e o ouro no mesmo esporte durante as Olimpíadas de Barcelona em 1992. A partir de uma abordagem heroica, a carreira desses desportistas é transformada em filme.

 

Classificação: Livre Closed Caption/ Audiodescrição/Libras

 

2ª Sessão 

Início: 16h

A Rua Noiz - 14 minutos - Cultura, Educação e Direitos Humanos - Brasil.

O documentário trata das realidades enfrentadas dentro da periferia do Grande Bom Jardim, e de como uma mulher que aos 5 anos de idade vendia verduras e aos 35 dirige a maior escola de dança de Fortaleza em número de atendidos.

Duração: 43 minutos + 30 minutos de debate + 10 minutos de apresentação/vinhetas

Classificação: Livre Closed Caption / Audiodescrição

 

Enrolado na Raiz - 23 minutos - População Negra - Brasil.

Mulheres negras falam sobre as diferentes formas de violência física e simbólica que o racismo impõe cotidianamente sobre seus corpos. Desejos, sonhos, frustrações, traumas e enfrentamentos são expostos em falas que recuperam experiências da infância.

 

01 DE DEZEMBRO - 2 SESSÕES

Local: Cinema do Dragão do Mar 

Início: 14h00m

1ª Sessão - Café com Canela - 1h40 - Brasil.

Após perder o filho, Margarida (Valdinéia Soriano) vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próprias. Um dia, Violeta (Aline Brunne) bate à sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante pra ela na juventude.

 

Classificação: 14 anos Closed Caption/ Audiodescrição/Libras.

 

2ª Sessão 

Início: 16h

Henfil - 1h14m - Brasil.

O documentário registra uma proposta curiosa feita a uma turma de jovens animadores: tentar trazer para a atualidade as obras do cartunista, jornalista e ativista brasileiro Henrique de Souza Filho, o Henfil. Além desse processo, o filme traz depoimentos de amigos e revelações sobre como o artista hemofílico lidava com sua doença e utilizava seus desenhos como instrumento de luta contra a censura política de sua época.

 

Classificação: 12 anos Closed Caption/ Audiodescrição/Libras

 

02 DE DEZEMBRO ( DOMINGO ) - 2 SESSÕES

Local: Cinema do Dragão do Mar

Início: 14h00m

1ª Sessão 

Rua das Casas Surdas - 8 minutos - Memória e Verdade - Brasil.

Em uma vizinhança silenciosa, durante a ditadura nos anos 70, Carlos e Ernesto aproveitam o intervalo do jogo no rádio para voltar ao trabalho.

Duração: 1h19m + 10 minutos de apresentação/vinhetas/  Classificação: 16 anos / Closed Caption

 

Marcos Medeiros - Codinome Vampiro - 1h11 - Memória e Verdade - Brasil.

O documentário apresenta Marcos Medeiros, um personagem esquecido da nossa história que foi líder estudantil em 1968. Preso, torturado, cassado e exilado na Europa, Marcos começou a se dedicar ao cinema, tendo feito curtas com Chris Marker na França, um longa com Glauber em Cuba, e depois trabalhado na Itália com Rosselini. de volta ao Brasil, nos anos 80, com a anistia, Marcos inicia um trabalho pioneiro em vídeo, mas não encontra um espaço para viabilizar sua arte que não se identificava com o main stream. A incapacidade de se inserir numa sociedade burguesa e sem utopias leva Marcos à depressão. Morre em 1997 depois de uma longa internação no Pinel.

  Classificação: 16 anos / Closed Caption

 

2ª Sessão 

Início: 16h00m

Eduardo Galeano Vagamundo - 1h12 - Brasil

Amigos e profissionais do mundo artístico contam suas lembranças do escritor e jornalista uruguaio Eduardo Hughes Galeano, que faleceu em 2015. A trajetória de Galeano, autor do livro "As Veias Abertas da América Latina", foi fortemente marcada pelo seu desejo de conhecer o mundo sempre buscando estar em contato com as belezas da vida

 

Classificação: Livre Closed Caption/ Audiodescrição/Libras

 

03 DE DEZEMBRO (Segunda) - 5 SESSÕES + 1 HOMENAGEM

Local: Cinema do Dragão do Mar

 

1ª Sessão - Programa ACESSIBILIDADE

Início: 09h00m  

Duração: 58 minutos + 10 minutos de apresentação/vinhetas

Tempo: 58 minutos Classificação: Livre Closed Caption / Audiodescrição / Libras

Batuque Gaúcho - 26 minutos - Diversidade Religiosa - Brasil.

O Batuque Gaúcho é o nome dado a religião africana no Rio Grande do Sul, maior fenômeno religioso do Brasil, com cerca de 8 a 10 mil casas em todo o Estado. Mesmo assim, ainda é a que mais sofre preconceitos e está inviabilizada devido o racismo .

As Sementes - 32 minutos - Meio Ambiente - Brasil

Neneide fala sobre empoderamento feminino e como o grupo "Mulheres Decididas a Vencer" passou a trabalhar com abelhas num assentamento no Rio Grande do Norte. Izanete resiste ao agronegócio que ocupa extensas terras no Rio Grande do Sul, onde produz leite ecológico e pães para a merenda escolar. Para Efigênia, horta é terapia e o trabalho na roça em Minas Gerais, independência. Maria dos Santos recorda lutas pela posse da terra e igualdade de gênero e contra a desnutrição nas áreas quilombolas da Bahia. Quatro sementes da economia solidária, do cooperativismo, do feminismo, da agroecologia.

 

2ª Sessão - PROGRAMA  ACESSIBILIDADE

Inicio: 14h30m

Duração: 52 minutos + 10 minutos de apresentação/vinhetas

Classificação: Livre Closed Caption/ Audiodescrição/Libras

Histórias da Fome no Brasil - 52 minutos - Brasil

"Histórias da Fome no Brasil" mostra uma cronologia da fome no país. Do Brasil Colônia, onde foram plantadas as sementes das desigualdades sociais, até as políticas públicas recentes que culminaram na saída do Brasil, em 2014, do Mapa da Fome divulgado pela ONU, retratamos como se deu o enfrentamento deste mal por parte da sociedade e do governo. A importância da superação da fome pode ser dimensionada quando consideramos que este flagelo perdurou durante séculos em nosso país e que até recentemente não se vislumbrava a história da crença de que ela era uma fatalidade que nunca reverteríamos, o filme nos aponta o pensamento daqueles que "nadaram contra a corrente", como Josué de Castro, Dom Helder, Betinho e tantos outros, que acreditaram que a fome era um mal reversível, ocasionada pelos próprios homens e suas políticas.

 

3ª Sessão 

Início: 16h00m

Duração:1h35m + 10 minutos de apresentação/vinhetas

Classificação: 14 anos Closed Caption

À Espera - 22 minutos - Direito a criança e adolescente e Questão de Gênero - Moçambique.

Em Moçambique, 39% de meninas se casam antes dos 15 anos com homens mais velhos que elas, fazendo com que o país se encontra em 10 lugar entre os países mais afetados pelos casamentos prematuros, negando seus direitos como o da Educação e de serem o que elas quiserem.

Chega de Fiu Fiu - 1h13 - Questão de Gênero - Brasil.

O retrato do dia a dia de três mulheres com vidas distintas, mostrando como a violência de gênero é constantemente praticada no espaço público urbano. Dessa forma, as diretoras Amanda Kamanchek Lemos e Fernanda Frazão procuraram especialistas para discutir sobre o assunto, buscando encontrar respostas e alternativas para a uma questão fundamental: Será que as cidades foram feitas para as mulheres?

 

4ª Sessão 

Horário: 18h00m

Tempo: 49 minutos + 10 minutos de apresentação/vinhetas.

Classificação: 16 anos Closed Caption

Narrativas de Um Crime - 15 minutos - Combate à Violência e LGBT.

Constantin, um investigador da Polícia Civil e aspirante a escritor, está em busca de uma boa história. Paulo, um Policial Militar, acaba de voltar de um período de suspensão da corporação em que trabalha. Os diferentes pontos de vista de Constantin e Paulo colidem quando eles se cruzam numa cena de um crime: uma jovem drag queen foi brutalmente assassinada. O conflito entre eles desconstrói preconceitos e flerta com a tragédia, revelando uma dura realidade repleta de ironias, lágrimas e sangue.

Um Café e Quatro Segundos - 15 minutos - Memória e Verdade - Brasil. Dois torturadores se encontram para tomar um café depois de mais de trinta anos sem se verem, para acertarem contas daquela época.

Lacerda - O Corvo da Guanabara - 19 minutos - Memória e Verdade - Brasil.

O filme reconstitui a trajetória de Carlos Lacerda, ex-governador da Guanabara e líder radical da UDN em formato cine-jornal, visando iluminar sua participação direta em conspirações e tentativas de golpe em momentos chave da história do Brasil.

 

5ª Sessão 

Horário: 19h30m

Tempo: 1h05m + 30 minutos de debate + 10 minutos de apresentação/vinhetas.

Classificação: Livre Closed Caption

Uma Bala - 2 minutos - Defesa aos Defensores de Direitos Humanos - Brasil.

Marielle Franco foi assassinada em 14 de março de 2018. Quem matou Marielle? Quem mandou matar Marielle? O crime permanece sem solução! "Uma bala. Uma bala realmente abala. Abala, mas não cala. Quem batalha por igualdade!"

Nomes que Importam - 15 minutos - População LGBT - Brasil.

Filme que aborda a importância dos nomes sociais das pessoas trans. O curta-metragem nomes que importam revela as histórias que permeiam as escolhas dos nomes das travestis e transexuais que participam do filme. Por meio de depoimentos, o documentário aciona memórias afetivas.

Repense o Elogio - 48 minutos - Questão de Gênero - Brasil.

Repense o Elogio é um documentário que propõe a reflexão sobre a maneira como as crianças são elogiadas. Enquanto meninas são lindas, princesas e delicadas, meninos são fortes, inteligentes e corajosos. Até que ponto estes adjetivos aprisionam o verdadeiro ser de cada um? Este é um filme que reflete sobre o poder das palavras e da cultura, que trouxeram este desequilíbrio tão profundo na forma que elogiamos meninas e meninos.

 

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
PARCEIROS